Para de pensar

Há coisas que não tem uma explicação, sao infinitas. Das coisas mais infinitas, tu e o teu interior.

Ha coisas leves, tão leves que se modificam facilmente. Das coisas mais leves, tu e o teu interior.

Também ha coisas perigosas, tão perigosas como as catastrofes naturais …

Ha coisas distantes, que levam tempo indefinido…

E ha outra coisa, a escolha daquilo que tu es e queres ser, um dia, hoje.

Pode ser levemente perigoso, e infinitamente distante, tu , no teu pensamento.

Por isso se queres ser algo mais hoje, para de pensar. Porque já ha tantas coisas com aquilo que vais pensando, e tão poucas que o teu pensamento, um dia, poderá resolver.

Para de pensar e segue um caminho, que também é infinito, leve, perigoso e distante. Desse caminho só tu prevaleces.

Para, porque és único, e por seres único não tens de pensar, apenas ser.

Sê tu mesmo, ainda que pareça estranho, hoje, amanha, como pareceu ontem.

Anúncios

3 thoughts on “Para de pensar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s