Nao…nao…nao !

gato preto da sorte

Não, não te aproximes. Afasta-te para sempre. Quando me virar para tráz nao vou querer ver ninguém.

Diz-lhes que estavam todos doidos e nao existia ninguem com tal nome, nunca nasceu nem nunca viveu, queima todos os documentos e enterra toda a cinza.

Não, nao existo um eu, nao fales como se eu existisse. Deixa-me sentar, rodear-me desta palha seca e pegar-lhe o fogo. Não. Fica onde estás. 

Diz-lhes que não devem guardar segredos, diz tambem que nao pensar por um bocadinho é possivel, diz que também é possivel arder mas nao no inferno, mas arder…

Sai…foge. Obrigada pela tua presença e odeio de obrigada na vida.Amanha foi. Tu também.

Diz só mais uma coisa: nada acaba com um ponto final, mas com um ponto de interrogação

Anúncios

2 thoughts on “Nao…nao…nao !

  1. eu as tantas sinto que os meus comentarios começam a pecar por repetiçao….nao sei se e a maneira como escreves, a mensagem (nao sei se a que queres passar ou a que quero perceber), mas mais uma vez um texto que me incomodou, que me fez senitr dor ….. mas estanhamente gostei…..acho que vou deixar de cometar….digo smp o mesmo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s