Nao…nao…nao !

Não, não te aproximes. Afasta-te para sempre. Quando me virar para tráz nao vou querer ver ninguém. Diz-lhes que estavam todos doidos e nao existia ninguem com tal nome, nunca nasceu nem nunca viveu, queima todos os documentos e enterra toda a cinza. Não, nao existo um eu, nao fales como se eu existisse. Deixa-me … More Nao…nao…nao !